SUCUPIRA o Santo remédio da terceira idade


 


Origem


A semente da Sucupira é muito utilizada por tribos indígenas, sendo um referencial da medicina alternativa do Brasil. É de uso comum nas Regiões de Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul.



Características


Sua árvore é considerada nativa e rústica, podendo atingir os 16 metros, seu caule é duro, o fruto produz uma única semente protegida por um envoltório de fibras.

Sua madeira é famosa e muito utilizada na fabricação de pisos e móveis, a florada acontece nos meses de agosto e setembro, sendo a floração mais utilizada à roxa azulada.

Existem diversas espécies, mas não vamos nos estender nesse mérito por fugir aos propósitos dessa matéria.

 

Propriedades medicinais

Estudos científicos efetuados pela Unicamp comprovam o poder medicinal da Sucupira, o óleo da semente possui ação: antiinflamatória, antibiótica, antioxidante, anestésica e anticancerígena.


Ações específicas: Pode ser utilizada em forma de chás ou cápsulas, combate a artrite, reumatismo, gota, artrose, bico de papagaio, hérnia de disco, elimina dores nas articulações em geral. Usa-se também para úlcera, gastrite, ácido úrico, aftas, amidalite, asma, dermatoses, dor espasmódica, diabete, rouquidão, sífilis, feridas, hemorragias, e vermes intestinais.

É um excelente tônico para a debilidade orgânica, fortalecendo ossos e músculos. Tem ação anticancerígena sobre inflamações no útero, nos ovários e na próstata, é antioxidante elimina os radicais livres e retarda o envelhecimento.




Efeitos colaterais e contra indicações


A Sucupira segundo análises e acompanhamentos não apresenta contra indicações e efeitos colaterais, se utilizada dentro dos padrões recomendados. Mas isso não elimina a necessidade da consulta e parecer do seu médico.


Receita e formas de utilização


A Sucupira além do chá caseiro também pode ser utilizada em comprimidos e cápsulas. O ideal nesse caso e que se conheça o laboratório e que tenha tradição e qualificação, possua registros e certificados de qualidade. Na internet encontra-se diversas opções de compra, mas, certifique-se antes de fazer a aquisição.

Normalmente toma-se 2 comprimidos ou cápsulas 3 x ao dia antes das principais refeições.

 

Receita do chá caseiro: Primeiro passo ter certeza da procedência, segundo lavar bem as sementes e quebrá-las se possível em um pilão por serem duras, até que a resina existente do meio das sementes seja liberada.

Terceiro utilize um caldeirão para ferver a água, colocando as sementes já macetadas na proporção de 4 para cada litro de água por apenas 1 minuto e meio no fogo.

Quarto passo tampe o caldeirão e deixe-o esfriar para então tomar o chá. Tome- o à vontade como se fosse água no mínimo de um litro e meio por dia conservando-o na geladeira.



Conclusão

Espero que esta matéria contribua para um melhor bem estar e longevidade das pessoas em geral, especialmente os da terceira idade, mas não se esqueça de consultar seu médico em caso de dúvidas.




Consulte nossa seção de dicas e sugestões





AS DICAS,TRATAMENTOS E ORIENTAÇÕES CONSTANTES DESTE SITE, EM HIPÓTESE ALGUMA SUBSTITUEM NEM DISPENSAM AS CONSULTAS PERIÓDICAS AO MÉDICO.